Mude sempre

seja mais forte...Um texto que me inspira a procurar uma melhor versão de mim própria todos os dias.

Mude sempre
Mude tudo sempre.
Mude a cor do seu cabelo. Mude o corte, também.
Mude o lugar dos móveis da casa. Mude de casa também.
Mude o trajeto que você faz para ir ao colégio. O do trabalho também.
Mude o sabor do sanduíche predileto. E do sorvete também.
Coma menos carne e mais manga. Menos refrigerante e mais água mineral.
Com gás.
Mude o estilo da roupa. Use mais branco. E mais vermelho também.
Mude.
Mude sempre.
Mude seus sentimentos em relação aos amigos. E aos inimigos também.
Mude seus cuidados com a pessoa amada. E por quem lhe ama também.
Mude sua generosidade pelos que pedem. E mais tolerância com quem se doa a você.
Mude sua visão do trabalho e com quem você reparte 1/3 de toda a sua vida.
Mude sua visão da morte, da eternidade e do medo de morrer.
Não culpe nunca ninguém pelo lhe acontece. Nem Deus, nem o diabo nem a sorte.
Mude sua visão da responsabilidade. Você é o único responsável.
Cuide mais dos amigos, do seu pai e da sua mãe também.
Tenha um cachorro ou um gato. Com o nome bem pequeno.
Jogue fora o guarda-chuva. E a ansiedade também.
Às vezes fique só. Gente, o tempo todo, cansa.
E principalmente, mude os cuidados com o seu corpo.
Ele é o seu primeiro e único verdadeiro patrimônio.
Sem ele você não muda. Nada.
É no corpo onde habitam todos os verdadeiros desafios.
Ele é todo o seu território no qual são feitas as mudanças.
Então dê uma chance verdadeira a ele.
Mude-o todos os dias.
Respire mais, flexibilize-o mais , torça-o, distenda-o e finalmente relaxe-o.
Depois medite.
E tudo mudará para sempre.

Professor Joris Marengo

Anúncios

O que eu gosto

Quem me conhece sabe que gosto muito de animação.
Apaixono-me por cada filme do Miyazaki, não me canso de rever os clássicos da Disney e rio mais com as aventuras da Ovelha Choné do que com qualquer comédia que passe no cinema.

Estas duas curtas-metragens foram-me sugeridas por amigos.
A primeira tem uma mensagem emocionante e encanta-me pela sua doçura. Ganhou o “Prémio Goya” na categoria do melhor filme de curta metragem de animação.
A segunda faz-me dar gargalhadas do inicio ao final.

Pequenas coisas

Apesar de não perceber coreano achei este video fantástico.
Faz-me pensar nas pequenas coisas que muitas vez não damos valor e à sua verdadeira importância, e aos pequenos gestos que nos ajudam a tornar o mundo um lugar melhor ou a fazer alguém mais feliz.
Já agora este mês celebra-se o dia mundial da água.

Lixo extraordinário

Este é o documentário que assistimos no Espaço Braga | SwáSthya Yôga numa das nossa actividades gregárias.
É inspirador e uma óptima lição de humildade.

Filmado ao longo de dois anos (agosto de 2007 a maio de 2009), Lixo Extraordinário acompanha o trabalho do artista plástico brasileiro Vik Muniz  num dos maiores aterros sanitários do mundo: o Jardim Gramacho, na periferia do Rio de Janeiro. Lá, ele fotografa um grupo de catadores de materiais recicláveis, com o objectivo inicial de os retratar. No entanto, o projecto acaba por transformar tanto o artista quanto os catadores.

Sorria!

“O mundo é como um espelho: sorria para ele e só verá sorrisos.”
DeRose

Vale a pena despender alguns minutos a ver esta curta-metragem que nos mostra algo que todos sabemos mas nem sempre colocamos em prática. Deixe-se contagiar, seja mais simpático, positivo e sorria!

 

 

Destino

Quando dois génios se juntam, fazem magia e inspiram.
Destino é uma curta-metragem iniciada em 1945 resultante da colaboração dos Estúdios Disney com Salvador Dali e música de Armando Dominguez.

Porém Disney não tinha dinheiro o suficiente para continuar, então só foram produzidos 17 segundos da curta original.
Quarenta anos depois, o seu sobrinho, Roy Edward Disney, encontrou esse projecto e o finalizou-o com a equipe de animação dos Estúdios Disney.

Fonte